”A tempera de uma alma é dimensionada na razão direta do teor de poesia que ela encerra” (Horácio Quiroga)

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Versos Livres em Tercetos Unos (VI)

Sobre Astros...

Líquido

Numa clave de sol,
Meus versos se derretem
Nas melodias do teu corpo.


Explendor

No errar da lua
Tu surgiste, nua;
Então as estrelas, todas, compreenderam sua insignificância diante de ti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário