”A tempera de uma alma é dimensionada na razão direta do teor de poesia que ela encerra” (Horácio Quiroga)

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Caos

Tardes cinzentas,
Noites tenebrosas;
A humanidade segue, ignava, rumo ao caos na madrugada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário